Neste artigo discutimos como você pode convencer os executivos (gerentes, diretores e c-levels) a darem suporte às mudanças trazidas pelas práticas e pela Plataforma apoiadas pela Qulture.Rocks.

It's all about the business - construindo um case de negócios

O primeiro passo para convencer executivos é o case de negócios: por que as mudanças (como feedbacks, elogios e metas) que você está trazendo vão trazer resultados práticos para o negócio deles. Abaixo vamos falar de alguns impactos que as mudanças têm nos negócios.

As duas grandes principais forças atuando sobre as empresas hoje e ligadas ao que a Qulture.Rocks traz são:

  • Agilidade para a empresa competir em mercados cada vez mais "nervosos"
  • Capacidade de atrair e reter talentos top em uma força de trabalho cada vez mais composta por jovens millennials

Construindo um imã de talentos

Antes de mais nada, as práticas trazidas pela Qulture.Rocks ajudam a tornar a sua organização mais atraente para talentos dos dias de hoje. Uma força de trabalho cada vez mais composta por millennials busca estruturas hierárquicas mais horizontais, feedbacks mais constantes de performance (de e para todos os lados e direções), mais conexão com o propósito da empresa, mais senso de pertencimento, mais transparência e mais agilidade.

Uma "empresa irresistível", como diz Josh Bersin, será um imã de talentos excelentes, que servirão de enorme vantagem competitiva para qualquer empresa que conseguir conduzir essa transformação.

Feedbacks instantâneos:

  • Mais transparência
  • Mais accountability
  • Mais agilidade e correção de rota
  • Mais desenvolvimento de performance

Metas

  • Mais clareza do que é esperado
  • Mais estrutura para conversas difíceis (do que não está funcionando)
  • Mais foco
  • Mais facilidade com piorização

PDI

  • Mais clareza de como melhorar
  • Mais direcionamento de como melhorar

Tornando-se ágil para os dias de hoje

Grandes empresas já se deram conta de que precisam ser muito mais ágeis apenas para garantir sua sobrevivência nos mercados de hoje.

O que aconteceu?

  • A internet, basicamente. Hoje, o Airbnb "tem" mais quartos disponíveis para aluguel em sua plataforma do que a maior rede de hotéis do mundo
  • O Uber chacoalhou uma das indústrias mais estabelecidas e protegidas pela legislação do mundo - os táxis - e fez com que "pegar um Uber" seja algo absolutamente normal na grande maioria dos países do mundo
  • A Apple é a empresa mais valiosa do mundo, mesmo detendo menos de 20% do mercado de smartphones mundial
  • A Amazon vale mais do que a Walmart, tradicional empresa varejista americana que tem mais de um milhão - 1.000.000 - de funcionários!

Neste contexto de inovações disruptivas e/ou radicais, processos anuais de qualquer natureza se tornaram completamente obsoletos. O ciclo de feedback de uma empresa, seja ele em relação ao mercado, aos seus colaboradores ou aos seus concorrentes - têm de ser praticamente semanal, senão diário. Avaliações de desempenho, ciclos de metas e PDIs anuais são coisa do passado, e já não tem mais qualquer conexão com a realidade empresarial.

Com isso, você deve criar sua própria história sobre a necessidade de implementar as práticas facilitadas pela Plataforma Qulture.Rocks na sua empresa. Se tiver qualquer dúvida, é só falar com a gente!

Treinando os executivos

O segundo passo é treinar seus executivos para que eles estejam à frente do processo de implementação e lançamento da Plataforma. Eles devem ser:

  • Craques no uso da Plataforma
  • Craques nas boas práticas facilitadas (como a construção de feedbacks construtivos)

Como garantir isso?

Um bom começo é demonstrar a Plataforma e as práticas para os executivos de maneira concomitante com os champions. Aliás, os executivos devem ser encarados como champions, passando possivelmente pelo mesmo processo de convencimento e treinamento.

Seus executivos devem ser exemplos de engajamento e bom uso da Plataforma, assim como de adoção das práticas. Não podemos destacar essa importância o suficiente.

Encontrou sua resposta?