O Qulture.Rocks permite que uma empresa crie formatos pré-definidos de feedbacks para serem trocados entre seus funcionários.

O formato mais básico é o feedback livre, que é basicamente um título e um campo de texto:

O feedback livre é o mais simples e flexível de todos: pode tratar de qualquer assunto, ser relacionado a temas em que o funcionário "pode melhorar" ou está "mandando bem", etc.

Além de simples, o feedback livre é muito indicado para feedbacks espontâneos, dados imediatamente após algum evento (comportamento, performance, etc) e indicado para as empresas onde o feedback será trocado com alta frequência.

Outra alternativa muito usada é o Começar/Parar/Continuar:

O Começar/Parar/Continuar (CPC pra facilitar) já é um feedback mais estruturado. Ele pode ser usado quando:

  • A equipe tem pouca experiência com feedbacks, E
  • Os feedbacks serão trocados com baixa frequência (por exemplo a cada fim de trimestre)

De qualquer forma, você não tem que escolher entre um e outro formato. Vários formatos podem coexistir na ferramenta, e serem usados de acordo com a vontade de quem está dando o feedback, que pode escolher o formato a partir de um menu drop-down:

Uma terceira - e última - opção seria usar quatro caixas de texto marcadas "Situação/Contexto", "Comportamento", "Consequência" e "Sugestão". Esse formato é o mais rígido dos três, portanto deve ser usado apenas quando os funcionários são muito pouco familiarizados com feedbacks e o esforço de treinamento dos funcionários será limitado.

Para cadastrar os formatos de feedback, entre em contato com seu Gerente de Contas/CSM e ele fará isso por você.

Faz sentido?

Se você tiver sugestões de como podemos melhorar esse artigo, por favor entre em contato conosco!

Encontrou sua resposta?